quinta-feira, 11 de abril de 2013

Conto Baianinho Gostos - Acompanhante Masculino São Paulo - QuartoDeAdriel


Muito prazer, para quem nunca entrou aqui no “QuartodeAdriel”, sou Adriel Ventura, trabalho como acompanhante masculino em São Paulo e algumas cidades do Brasil.

Sou um garoto de programa safado, dotado e com pegada forte. Sou um garoto diferenciado, por participar bem das minhas transas, agrado o meu cliente, procuro satisfazer suas vontades e desejos como nenhum outro acompanhante garoto faz.
Estou bem preparado no meu local onde eu vou te receber da maneira que você mais merece.
Com muita segurança, discrição e higiene...
Sou um garoto dotado e completo. Ativo e passivo, sem limites no sexo e transo sempre com muita segurança.
Jeito de macho, beijo hipnotizante e um corpo trabalhado na medida certa para o seu prazer.

Eu tenho absoluta certeza de que você vai gostar.
Aqui é o QuartodeADriel – Acompanhante masculino de São Paulo, exclusivo para homens

Contato: (11) 99174-1338 (claro)
(11) 96424-4931 (Tim)
Eu tenho absoluta certeza de que a gente vai se dar muito bem
QuartoDeAdriel - Acompanhante masculino São Paulo
FOTOS ADRIEL VENTURA, GAROTO DE PROGRAMA SÃO PAULO HTTP://WWW.ADRIELVENTURA.COM

ATENDENDO EM SÃO PAULO







Conto erótico garotinho de salvador - BAIANINHO GOSTOSO


A cada vez que saio de temporada a alguma cidade eu acabo criando laços com o lugar. Aqui em Salvador, não esta sendo nada diferente. As pessoas são bem diferentes da frieza e individualismo de São Paulo, não que eu não goste de São Paulo, muito pelo contrário, amo até de mais e não troco por nenhuma outra cidade, mas adoro mesmo viajar e conhecer lugares.
Ser um acompanhante masculino e esquematizar tudo isso, é uma tarefa difícil, requer concentração, controlar gastos que são cada vez mais altos. (eu não sei o que passa na cabeça dos donos de sites que a cada mês inflacionam mais, em Salvador o site custa R$ 600,00)
Os dias até que estão se passando rápido e a saudade da minha casa em São Paulo esta apertando... Quero ligar o meu som bem alto e tomar café na casa do meu vizinho quando eu chegar. Eu adoro!
Ontem aconteceu um programa bem legal, o garoto já havia feito contato passado e ontem resolveu vir. Marcamos por volta das 15 horas, más quando estava chegando no horário, ele me enviou uma mensagem dizendo que atrasaria meia hora. Sem nenhum problema, pois o dia foi tranquilo e eu não tinha nada marcado para depois dele, então eu estava de boa.
As 15:30 horas o interfone tocou e o porteiro anunciou. Em seguida a campainha e logo abri a porta. Era um menino, bem pequeno, bem jeito de moleque, não afeminado, cabelo bem curtinho e estava muito bem vestido. Entrou sem me olhar muito na minha cara e passando o olhar, observou tudo que tinha dentro no meu apartamento. Pediu água, estava suando por causa do calor de Salvador, peguei uma garrafinha de água e lhe entreguei, más antes ele me agarrou e desesperadamente me beijou. (até machucou num pouco a minha boca)... De início ele estava um pouco afobado, senti seu coração acelerado. Então lhe abracei e perguntei no seu ouvido: está nervoso nenê??? Ele respondeu que um pouco, então abracei mais forte (eu estava sem camisa como fico sempre quando estou em casa), puxei bem forte contra meu peito para lhe passar segurança, ele me beijava e analisava. O calor foi aumentando o garoto era uma delícia e de verdade eu sabia que ia me acabar ali. Então eu o levei para o quarto não para apressar más sim porque no quarto tem um ar condicionado.
Já no quarto ele me disse que nunca havia saído antes com um acompanhante masculino, somente com acompanhantes mulheres. Então pedi a ele para esquecer que estávamos fazendo um programa e que acertaríamos somente no final de tudo como sempre faço. Ele ficou mais tranquilo com tantos beijos e mimos, já estava bem mais intimo e a vontade.
Ele tirou a camisa e ficou de calça deitado em cima da cama, beijei toda a parte de cima do seu corpo, o peitinho rosa, a pela branquinha, meu pau por dentro da minha bermuda já estava latejando e eu estava morrendo de tesão já muito preocupado em não gozar tão rápido, apesar de que o meu tesão era tanto que com aquele garoto eu mandaria umas três de boa. (Adriel puto e safado...)... E passeando pelo seu corpo em um esbarrão eu senti que o seu pau também não estava diferente do meu, que estava duro e grande, tentando escapar da calça, mesmo ela fechada. Então resolvi dar uma colher chá e abri a sua calça puxando tudo para baixo, eu queria o garoto peladinho. A calça enroscou e ele me ajudou, deixei-o como eu queria, e daí ele me fez sinal que gostaria de ser chupado, más eu já estava de olho no seu cuinho, sua bunda redondinha e branquinha estava me chamando para brincar e assim eu fui, cai de língua por de baixo do seu saco e comecei a caprichar, o garoto estava gostoso, cheiroso e bem convidativo. Seu cuzinho rosa piscava a cada vez que eu passava a minha língua e entre suas pernas eu pude observar a sua cara de prazer, suas pernas tremiam e isso me deixava com mais tesão ainda. Então ele disse que leu aqui nesse blog que eu gostava de cuzinho raspado, somente esse comentário para eu ter  a certeza de que o garoto tinha raspado o cuzinho só para me agradar, e isso me deixou mais louco ainda. O verei de costas para caprichar mais ainda. Ele se contorcia de prazer e eu também. Um cuzinho raspado e limpo de um cara que geme quando está sendo acariciado é uma coisa que todo homem gosta, eu tenho certeza.
Fiquei ali por minutos e então depois subi e tirei o meu pau pra fora, tirei tudo e deitei ao seu lado. O garoto pegou no meu pau como se fosse ouro e me acariciou. Me chupou, um pouco meio sem prática, más quando isso acontece não tem nenhum problema. Eu ensino, eu mostro como é que faz, eu coloco o pau na sua boca e digo como é que eu gosto. E ele fez, começou a fazer gostoso e eu gemia na intensidade da mamada que já estava mais do que gostosa. Então pedi para ele chegar o cuzinho mais perto, eu queria brincar e enfiar o dedo. Acariciei seu cuzinho, e fui devagar penetrando um dedo. O garoto  gemia e eu também. A gulosa estava boa e seu cuzinho estava piscando. Então perguntei a ele: Vai dar o cuzinho pra mim nenê?? Ele meio que inseguro respondeu que sim, e eu prometi ser bastante carinhoso com ele, e ainda contei uma mentira: Eu disse que iria colocar só a cabecinha. (hehehehe)... más não disse que iria colocar a cabecinha até o fundo.
Encapei o Adrielzinho e mandei ver. Virei o garoto de barriga para baixo e fui passando a cabeça do meu pau no seu rabinho para ir entrando devagar. O abracei ara dar conforto, coloquei meu pau e fui empurrando devagar e mordendo a sua nuca, abraçando com força, entrelaçando meus braços quase dando a volta em seu peito. Seu gemido era de homem, garotinho, más homem. Ele pedia para ir devagar, pois meu pau era grande e grosso pra ele. Eu fiz assim até sentir que sua bunda estava encostada nos meus pelos. Então comecei bombar devagar beijando sua boca, mordendo a sua nuca, respirando fundo, meu pau latejando, seu cuzinho quente, fechei os meus olhos, encostei minha boca na usa nuca, abracei mais forte e comecei a bombar. Vi que eu não ia aguentar muito, eu estava morrendo de tesão desde o início de tudo e antes dele eu havia atendido um cliente que também foi boa a foda más eu não havia gozado. Eu precisava para, mas ele estava se mexendo levemente para se satisfazer com minha rola toda metida no seu cú. E estava gemendo também, foi meio que foda aguentar, más como eu ia gozar vários jatos, então eu decidi tirar o pau de dentro do seu cú antes que isso acontecesse. E quase aconteceu. Acabou saindo um pouco de porra, eu gozei sim um pouquinho e meu pau estava se mexendo sozinho como se quisesse crescer mais ou procurar aquele cuzinho sozinho... (hehehehehe)
Tirei a camisinha, limpei o meu pau sem que ele percebesse alguma coisa, peguei outra camisinha e encapei de novo o júnior. E fizemos um frango assado. Seu cuzinho era apertadinho, macio e gostoso. Meu pau entrava, deslizava, escapava, entrava com força de novo.  Comi o garoto legal. Estávamos no máximo da química. Parei um pouco, ele pediu água. Tomou a água e me perguntou: Você chupa pau? Eu disse que sim, pois eu chupo e com ele deitado de barriga pra cima, fui beijando e chupando seu corpo de cima para baixo ate chegar ao seu pau. Tamanho médio, não tão grosso. Cabeça rosada e pele de menino novo. Estava cheiroso, chupei macio, chupei de leve, passei a língua, engoli. Pegando o seu corpo, apertando seu peitinho. Tirava da minha boca, cuspia em cima e chupava de novo. Tirava da minha boca, passava a língua no seu cuzinho, subindo pelo saco e engolia todo o pau dele de novo. Eu queria comer o menino de novo, más ele estava no clima da gulosa que eu estava fazendo e como ele estava gemendo muito, foi me dando mais tesão. Eu já estava gostando. O garoto de contorcia, dizia que eu era gostoso e chupava como ninguém. Quando eu ja estava um pouco sem ar, fui me deitar do seu lado para punhetarmos juntos. Essa parte é digna de uma filmagem, dois garotões juntos lada o alado com pau duro, morrendo de tesão e se masturbando juntos...(rsrsrsrsrsrs)
Más ele já queria ver a minha bunda, ficou passando a mão e eu comecei a dar risada. Então ele me perguntou se eu iria dar pra ele, eu disse que não. Más ele retrucou dizendo que no telefone eu disse que faria tudo. É logico que eu faço tudo, más eu queria ver até que ponto ele queria comer o meu cú, ou se estava apenas me testando. Teste que nada, ele até usou um pouco de sua força para me virar de costas e poder me observar melhor. Sempre elogiando meu corpo, sempre me dizendo que eu era gostoso pra caralho. Particularmente eu gostaria de ser menos definido e um pouco mais de gordura, más não é assim. Tenho só músculos, sou bem atlético e liso sem pelos. Pra quem gosta eu sou um prato cheio... rsrsr
Resolvi fazer a vontade do garoto e me virei de costas. Ele encapou o pau e começar a colocar no meu cu. Pedi para ir devagar, ele não respeitou muito, e nessa hora eu me lembro dos momentos em que eu prometo colocar só a cabecinha.... heheheh
Ele meteu até o talo, eu sentia dor, más ao mesmo tempo sentir o seu corpo me abraçando, me pegando foi ótimo. Ele me comeu nessa posição por um bom tempo, mudamos depois, depois de ladinho e depois de frango assado. Eu estava excitado e isso o deixava louco. E olhando para mim, ele socou até o fundo, se curvou e ao mesmo tempo em que sua rola estava metida em mim, ele me chupou. O meu tesão foi único. Eu estava em êxtase. E depois de ter-me fodido muito, ele tirou se deitou do meu lado, chupei seu pau um pouco mais em seguida ele encapou de novo e meteu mais. Eu disse que iria gozar e então ele tirou a pica do meu cú e gritou: GOZA, VAI GOZA!!! Eu gozei! Só não gozei muito mais, porque antes eu gozei com ele mesmo um pouquinho, e quando vi ele também estava já todo sujo de porra. Respiramos um pouco e fomos para o banho.
O sexo já havia acabado e de verdade ficamos com as pernas bambas. Tomamos o banho, conversamos um pouco, falamos do carnaval de Salvador e também da minha possível volta a cidade. Eu de verdade espero que muito em breve.
Eu gostei e sua cara de satisfação era visível.
Enfim... missão cumprida, ele efetuou o pagamento e se foi. Chamamos o taxi antes dele se vestir, e logo em seguida ele desceu. Depois me enviou uma mensagem dizendo que havia sido muito bom, e eu respondi que eu também havia gostado. Acho que nos veremos de novo algum dia !!
Sigo aqui, finalizando os meus dias em Salvador e me preparando para voltar a São Paulo.

Gostou???  A próxima pode ser a sua. 
QuartoDeAdriel - Acompanhante masculino São Paulo

Um comentário:

Sunshine Sweet Heart disse...

Olá Adriel (ou Adrian, como queira) sou apaixonado por você e pelo seu trabalho! Amo ler teus contos, me identifico muito e espero encontrar alguém como você para ser mais do que amigos!
Quando leio teus contos, fico lembrando-me dos casos que ocorreram comigo... E que foram simplesmente maravilhosos.
Já pensei em ser acompanhante, e tuas histórias me instigam... Mas ainda não "me lancei"! rsrrsrs...
Adoro tuas fotos... Amo cada parte do teu corpo... E adoro quando faz biquinho! Bjs, amo você!